A Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (6) a Operação Dardanários, que mira desvios na Saúde de três estados.

A ação aponta envolvimento de órgãos federais.

Os mandados, expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas, são executados em Petrópolis (RJ), São Paulo, São José do Rio Preto (SP), Goiânia (GO) e Brasília (DF).

Segundo informações da PF, os agentes identificaram um “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas”.

A força tarefa da Lava Jato prendeu três pessoas. Entre elas estão:, Alexandre Baldy, secretário estadual de Transportes Metropolitanos de SP, por suspeita de fraudes na Saúde. Além dele, um pesquisador da Fiocruz, Guilherme Franco Netto.

Compartilhar