Por Raul Aguillar

Sem a presença dos vereadores de oposição e a portas fechada, o prefeito ACM Neto (DEM) e o secretário de Gestão do município, Tiago Dantas, apresentam, na sede da Prefeitura de Salvador, na tarde desta terça-feira, 18, o projeto de lei que promove alterações na previdência dos servidores do município, a PEC da Previdência dos servidores municipais, que deverá ser encaminhada à Câmara dos Vereadores após o Carnaval.

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (Solidariedade), está presente na reunião, que define como um “ato respeito à Câmara Municipal de Salvador”.

“Quero parabenizar a administração municipal pela decência e respeito à Casa do Povo, à Câmara Municipal de Salvador, na apresentação de um entendimento prévio do que imagina o executivo em relação à mensagem que será encaminhada à CMS para apreciação dos vereadores. Teremos a possibilidade de realizações de audiências pública, apresentação por parte dos gestores, apresentação de emendas”, garante Geraldo Júnior.

O presidente da Câmara garante que convidou os vereadores e afirma que a ausência da oposição é motivada por compromissos prévios.

“Fiz um convite a todos os vereadores, para que se fizessem presente. Logicamente, em função de compromissos já referendados, possivelmente os vereadores, alguns vereadores não puderam estar presentes. Mas a grande massa da Câmara Municipal (CMS) está presente para ouvir a mensagem do prefeito, o que o executivo espera para essa reforma da previdência”, explica o presidente da CMS.

Compartilhar