O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, será julgado na quarta-feira (4) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em razão de não ter efetuado o pagamento de uma multa imposta pela corte no valor de R$ 61 mil. A punição é referente ao caso envolvendo o mandatário do Vitória e o jogador Vina do Ceará, que teve passagem pelo Bahia, durante partida válida pela Copa do Nordeste no ano passado.

Na ocasião, Carneiro invadiu o campo, ameaçou agredir fisicamente o jogador e disparou insultos a arbitragem. Além da quantia, Carneiro foi suspenso por 135 dias mas conseguiu conversão da pena após cumprir pouco mais da metade do prazo. O STJD acatou solicitação e estipulou multa em R$ 50 mil, que já foi paga.

Carneiro será julgado por infração ao artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O STJD solicitou também a suspensão imediata do presidente até a quitação dos débitos, o que deve acarretar em nova punição já que o presidente do rubro-negro descumpriu a sanção ao ter assistido o jogo entre Vitória e Avaí no último sábado no estádio do Barradão.

O caso será julgado pela Terceira Comissão Disciplinar por meio de sessão virtual e contará com transmissão ao vivo no site do STJD.

Compartilhar