O deputado Pastor Isidório Filho (Avante) defendeu junto ao governador Rui Costa a “urgente” reforma e ampliação das instalações do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues. Em indicação apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Isidório Filho contou que as instalações do IML estão em estado precário, “causando inclusive, mal-estar e transtornos aos funcionários e agentes do Departamento de Polícia Técnica. Além do governador, as indicações do parlamentar foram encaminhadas ao secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Telles Barbosa, e o diretor-geral do Departamento de Polícia Técnica, Elson Jeffeson Neves da Silva.

“O Instituto Médico Legal Nina Rodrigues é o maior e mais relevante e famoso IML da Bahia que atende a população baiana e soteropolitana em momento difíceis para qualquer cidadão”, contou Isidório Filho, lembrando que o IML realiza exames cadavéricos de violência ou suspeitos de terem sofrido violência; exames de vivos vítimas de violência (agressões, violência sexual, acidentes, etc); e aferição de embriaguez, seja por álcool ou demais drogas lícitas ou ilícitas.

Além disso, o Nina Rodrigues, conforme pontuou Isidório Filho, lida com temas mais técnicos, como anatomia patológica, que é a pesquisa de tecidos de órgão retirados de cadáveres, em busca de anormalidades macro ou microscópicas que indiquem morte por causa externa (envenenamentos e intoxicações). E também a antropologia forense – a investigação de caráter genético de restos humanos e ossadas degradadas demais para sofrerem a necrópsia normal.

Sediado no bairro dos Barris, em Salvador, o IML é legalmente vinculado ao Departamento de Polícia Técnica da Bahia (DPT) e é o mais antigo e importante dos quatro institutos do órgão. “Fundado no início do século XX, precisamente em 1906, o Nina Rodrigues é de longe o maior e mais importante equipamento público voltado para emissão de laudos de óbitos de causas naturais ou violentas da Bahia”, afirmou o parlamentar.

De acordo com ele, o atual prédio que sedia o equipamento público foi inaugurado em 8 de março de 1979, portanto, há 41 anos. Além disso, o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues é referência técnica e institucional não só para o DPT do Estado como para todo o país. “Nosso IML é uma dos maiores do Brasil e da América Latina, prova disso é a dimensão do seu corpo técnico, que atualmente conta com 368 peritos e com um aporte mensal do governo do estado na monta de R$ 160 milhões”, concluiu.

Compartilhar