O presidente do PSC (Partido Social Cristão), Pastor Everaldo, foi preso na manhã desta sexta-feira (28) por agentes da Polícia Federal no Rio de Janeiro (RJ).

A prisão aconteceu após a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça), na mesma decisão que afastou o governador Wilson Witzel (PSC) do cargo.

Por irregularidades na área da Saúde do Rio, o STJ expediu mandados de prisão contra seis pessoas.

São eles:

Pastor Everaldo, presidente do PSC;

Lucas Tristão, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico;

Gothardo Lopes Netto, médico e ex-prefeito de Volta Redonda (RS);

Mário Peixoto, empresário;

Alessandro Duarte, empresário;

Cassiano Luz, empresário.

Compartilhar