Por Armando Avena

A pandemia do Coronavírus tem afetado diretamente o setor do turismo na Bahia. O fechamento de bares e restaurantes e aeroportos tem feito milhares de pacotes turísticos serem cancelados no mês de março e início de abril. O presidente da Abih-BA (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) Luciano Lopes estima que o prejuízo mensal com a crise supere R$ 1 bilhão de reais no PIB da Bahia.

“Estamos vivendo um verdadeiro colapso na hotelaria em decorrência da pandemia do coronavírus (Covid-19). Diante desta crise, há um impacto de quase R$ 1,5 bi no PIB da Bahia em cada mês que perdurar esta crise. Em março, Salvador apresentou a taxa de ocupação mais baixa da história do setor hoteleiro. Os dados evidenciam que até o dia 15 do mês a ocupação estava em ritmo normal. Posteriormente caiu e na última semana chegou a 4%. As reservas dos hotéis foram reduzidas a praticamente zero, além do cancelamento total de eventos, o que evidencia que a crise já comprometeu o ano de 2020”.

O presidente espera que os poderes públicos consigam dar celeridades a projetos eficazes para que o setor não entre em colapso e possa se manter vivo durante a pandemia. “ O segmento turístico aguarda dos Governos (Municipal, Estadual e Federal) medidas efetivas de isenção de impostos, sobretudo os que vencem em abril/2020 que foi referente a março/2020. Desta forma será possível minimizar os impactos”, explicou.

Compartilhar