O pré-candidato à prefeitura de Salvador pelo DEM, Bruno Reis, afirma que o grupo adversário liderado pelo governador Rui Costa (PT) não tem nomes com o perfil que a cidade estaria pedindo.

“Essa indefinição da oposição é por ausência de nomes que representem o perfil que a cidade quer. A cidade não quer retroceder, recuar, ela quer avançar” disse o vice-prefeito ao chegar para a concentração da Lavagem do Bonfim na manhã desta quinta-feira, 16.

Questionado sobre a definição do nome para a sua vice, o democrata pediu cautela. “Está cedo ainda, tem muita água para rolar. Não nos faltam nomes. O principal critério é ser alguém que possa contribuir com a cidade”, indicou.

No entanto, Reis fez afago ao presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD).

“Geraldo Júnior, pelo que representa hoje, pela dimensão que ele conseguiu ter, se tornando um dos principais players do nosso campo político, sem sombra de dúvida, ele terá todo destaque ao meu lado”, afirmou.

Tradição

Definido como pré-candidato do grupo de ACM Neto (DEM), Reis disse que chega à Lavagem do Bonfim para fazer agradecimentos e pedidos. “Esse é um dos eventos religiosos mais importantes da Bahia, e desde menino eu participo. É parte da tradição da minha vida. Primeiro, venho agradecer por tudo que Deus tem feito em minha vida. Depois, venho pedir proteção, sabedoria e que ele continue iluminando nossas vidas, nossa caminhada, para que a gente possa seguir trabalhando em um ritmo cada vez mais acelerado”, disse Reis.

Compartilhar