O prefeito ACM Neto afirmou nesta quinta-feira (24) que a ocupação de leitos de UTI da rede privada de Salvador cresceu 10% nos últimos dias. Segundo ele, esse número não é muito preocupante, mas é preciso manter a atenção e não relaxar nos cuidados contra a covid-19.

“Houve uma elevação, não posso dizer que traga preocupação nesse momento, mas houve, na demanda pela rede particular. Tinha chegado a cerca de 10% de taxa de ocupação, cresceu para algo de 20%”, disse. “É um número muito confortável, mas a gente colhe depoimento de hospitais que não estavam recebendo ninguém, agora estão recebendo em volume muitíssimo pequeno”, disse, durante evento do BRT na Avenida ACM.

Ele falou também da situação na rede pública. “A taxa de ocupação da rede pública continua controlada, mesmo com a conversão de leitos. No entanto, os sinais que vêm de fora eles mostram a necessidade de continuarmos agindo com cautela e prudência”, destacou.

“Estou muito atento para o que está acontecendo em outras cidades do Brasil, em outros países. Claro que todos que têm noção do perigo da doença ficam observando esse risco, a preoupação em relação a uma possível segunda onda, que espero que não ocorra. Fato que em muitos lugares onde houve uma abertura talvez precipitada estamos vendo aumento no número de casos, aumento no número de óbitos”, disse.

Amanhã, o prefeito vai dar detalhes de uma pesquisa epidemiológica que será feita na capital. Também deve anunciar uma ampliação das atividades da fase 3.

Compartilhar