Expulso depois de acertar um soco em Álvaro González, em meio à revolta por uma acusação de racismo no fim do duelo entre PSG e Olympique de Marselha, Neymar pode receber até sete jogos de suspensão. A informação foi publicada pela rádio “RMC”, que analisou o regulamento da Ligue 1 e destacou os artigos nos quais o ato do brasileiro pode ser enquadrado. Acusado de racismo, González poderia ter gancho de até 10 partidas.

Quem decidirá sobre as sanções será o comitê disciplinar da Liga dde Futebol Profissional (LFP) da França. O ato de Neymar poderia, segundo cita a “RMC”, enquadrado em artigos diferentes. O mais pesado seria “ato de brutalidade ou golpe cometido fora do ato de jogo” – que renderia até sete partidas de suspensão.

Se o artigo escolhido for “tentativa de golpe”, a pena máxima seria de seis jogos, enquanto um “comportamento de ameaça ou intimidação” renderia um gancho de até quatro partidas. O comitê disciplinar se reúne na próxima quarta-feira, mas a decisão pode demorar mais uma semana.

O comitê também decidirá sobre Álvaro González, acusado por Neymar de ter proferido injúrias raciais no fim do clássico. O brasileiro afirma que o uruguaio o chamou de “Macaco filho da p…”, o que poderia ser enquadrado no artigo de “palavras, gestos ou atitudes dirigidas a uma pessoa em particular devido à ideologia, raça, etnia, religião, nacionalidade, aparência, orientação sexual, gênero ou deficiência”.

Compartilhar