Após coletiva de imprensa sobre o aniversário de Salvador, na manhã desta terça-feira (8), o prefeito ACM Neto (DEM), comentou a greve dos professores da rede municipal. Os docentes suspenderam as atividades desde a última quinta-feira (3), durante assembleia.

De acordo com Neto, não há motivos para a paralisação. “O sindicato vinha agindo de uma forma conosco. Vinha sinalizando uma relação de confiança e construção permanente e vem uma greve dessa injustificável. Tem muita gente dando aula. Temos um cálculo de 50% de funcionamento da nossa rede e quem não der aula vai ter o salário descontado”, disse.

Os professores reivindicam o cumprimento da lei federal que foi reafirmada no Plano de Cargos e Salário do Município, que estabelecem dois terços da jornada de trabalho e um terço para atividade extra classe.

Compartilhar