O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, apresentou moção de pesar pelo falecimento de Fernando Roth Schmidt, ex-presidente do Esporte Clube Bahia, nesta madrugada (04.05), por volta de 0h40, aos 76 anos. “Schmidt tem a sua história mesclada entre a política – onde foi eleito, em 1984, vereador de Salvador, depois ministro interino do Trabalho, diretor-presidente da Codeba e secretário polivalente no governo de Jaques Wagner – e o futebol, mais precisamente o Esporte Clube Bahia, presidente por duas vezes e a sua grande paixão de vida. Era um gentleman, um homem do diálogo e da diplomacia, mas sempre comprometido com a democracia”, elogia Leal em sua mensagem póstuma, estendendo o seu abraço solidário à família – na pessoa do irmão, Alberto – e aos amigos de Schmidt.

No Esporte Clube Bahia, entre 1975 e 1979, Schmidt presidiu o Tricolor, em uma gestão que ficou marcada pela conquista do heptacampeonato baiano e pela construção do Fazendão, o CT situado em Itinga. Na democratização do clube, foi o presidente de transição para o período compreendido entre setembro de 2013 e dezembro de 2014, eleito pelo voto direto e livre dos sócios do Bahia, derrotando por 3.300 votos (67% dos válidos) o segundo colocado, o radialista Antônio Tillemont. “Schmidt foi político em toda a sua vida, mas será inesquecível, principalmente para os torcedores tricolores, pelo futebol”, pontua o chefe do Legislativo estadual.

Compartilhar