A presidência estadual do Mulher Democratas na Bahia passou a ser comandada, a partir desta semana, pela empresária Iris Azi. Em entrevista na manhã desta quarta-feira, 29, na rádio A TARDE FM, a líder do diretório avaliou que, por diversos fatores, as mulheres ainda são apagadas da política.

“Todos sabemos que o ambiente político é predominantemente masculino e, em função disso, as mulheres se sentem desvalorizadas e não se sentem acolhidas. A mulher sempre fica em grupo separado, a voz da mulher é sempre de coadjuvante e isso, infelizmente, é uma realidade”, explicou Iris, que é empresária.

A presidente do Mulher Democratas na Bahia também destacou que existem mulheres competentes no meio político e que acredita ser uma questão de tempo para que estes espaços sejam ocupados por elas.

“Temos mulheres brilhantes no partido, não vou citar nomes aqui porque vou acabar esquecendo alguma e vou ser injusta. Tenho certeza que é uma questão de tempo para essas mulheres mostrarem sua força, seu preparo e sua disposção. Com isso vão ocupar os espaços para mudar o cenário”, afirmou.

Compartilhar