Foi protocolado na última sexta-feira, 9, pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), uma manifestação pela impugnação da candidatura do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho.

De acordo com informações do Metro1, a ação é referente a ausência de pagamento de uma multa eleitoral de R$ 170 mil, relativo ao pleito de 2014, ano em que ele disputou um mandato de deputado federal.

“Situação delineada implica, reitere-se, obstáculo à expedição da certidão de quitação eleitoral do requerido. A lei é clara e impositiva quando assevera que o candidato deverá estar complemente quite com a Justiça Eleitoral. Se assim não o for, será considerado inelegível nos termos da Legislação Eleitoral”, afirma a promotora Joselene Machado Dias.

Segundo o MPE, com o objetivo de demonstrar a regularidade de condições de disputar o pleito, Colbert Martins apresentou uma Certidão de Quitação Eleitoral expedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), contudo, a validade do documento está sendo questionada.

A documentação será analisada pela Justiça Eleitoral de Feira de Santana para decidir sobre o registro da candidatura do político.

Compartilhar