Quem está precisando usar o sistema ferry-boat, nesta sexta-feira (3), precisa ter paciência. Por conta do movimento do ano novo, as filas para embarque de carros e pedestres estão longas. A expectativa dos administradores é de que a demanda continue alta até a próxima semana.

Segundo a Internacional Marítima, concessionária que administra o sistema, o embarque de carros no Terminal de Bom Despacho, na Ilha de Itaparica, é o mais demorado. O tempo de espera é de 3h, em média. Os pedestres estão tendo que aguardar até 1h30.

No Terminal de São Joaquim, em Salvador, os motoristas estão esperando cerca de 2h para fazer a travessia, e os pedestres até 1h30. A cada 30 minutos é iniciada uma nova viagem, e o horário de funcionamento é das 5h às 23h30.

Nesta tarde, seis ferries estão em operação: Dorval Caymmi, Zumbi dos Palmares, Ivete Sangalo, Maria Bethânia, Rio Paraguaçu e Pinheiro. O maior deles é o Zumbi dos Palmares que tem capacidade para transportar aos mesmo tempo 1.098 pessoas e 150 veículos.

O fluxo maior de passageiros no sistema ferry-boat essa semana está dentro do período da Operação de Fim de Ano, que começou no dia 20 de dezembro e segue até a quinta-feira (9).

A concessionária estima que nesses dias mais de 250 mil pessoas e cerca de 75 mil veículos vão usar o serviço. O volume é similar ao transportado entre Natal e Réveillon do ano passado. A movimentação mais intensa foi registrada entre os dias 27 e 28 de dezembro, saindo de Salvador, e entre os dias dias 1º e 2 de janeiro, saindo da ilha.

O serviço de Hora Marcada é específico aos condutores de veículos e a venda é feita exclusivamente pela internet, através do site www.internacionaltravessias.com.br.

Compartilhar