Por Bruno Wendel

O motorista de aplicativo Rafael Barbosa Souza, 30 anos, era “do corre”. Para ele não havia tempo ruim, afinal, como muitos trabalhadores, tinha uma família para sustentar. Começava cedo, às 5h e só parava às 23h, se dividindo entre Salvador e Lauro de Freitas, onde morava. Rafael foi assassinado a tiros, na noite desta terça-feira (29), dentro do carro em que usava para o trabalho enquanto transportava três passageiros – dois homens e uma mulher . O crime ocorreu por volta das 20h30 no centro de Lauro.

De acordo com testemunhas e parentes de Rafael, depois dos disparos, foram vistos saindo do carro dois homens e uma mulher, que carregava uma criança de colo. “Foi o que ficamos sabendo. Havia um homem no banco do carona e atrás estava casal, sendo que a mulher segurava uma criança”, contou o tio de Rafael, o vendedor Luiz Souza, 40.

Segundo a Polícia Civil, a 23ª Delegacia (Lauro de Freitas) é a unidade que apura a morte de Rafael, baleado duas vezes na Praça da Matriz, no centro da cidade. “Após os tiros, o carro colidiu em um muro e três pessoas desembarcaram. Autoria e motivação do crime serão investigadas”, diz nota enviada.

A polícia não informou se os pertences da vítima foram levados pelo assassino.

Compartilhar