Por Mário Bittencourt

A morte de uma idosa de 71 anos por suspeita do novo coronavírus (Covid-19) está sendo investigada em Feira de Santana, cidade que tem 9 casos confirmados da doença. A Bahia, com 104 casos de infecção do vírus, não tem registro de morte.

A idosa, não identificada, faleceu em decorrência de problemas respiratórios na quarta-feira (25). Ela estava internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que funciona ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade (gestão estadual).

Segundo a Prefeitura de Feira de Santana, a médica que atendeu a idosa colocou no atestado de óbito que a morte se deu por suspeita de coronavírus.

“Como o atestado de óbito não é conclusivo, a Secretaria Municipal de Saúde providenciou exame pós-morte para identificar a causa-mortis”, informou a Prefeitura, em comunicado oficial.

“Fizemos coleta de material e estamos providenciando exame para eliminar qualquer dúvida”, disse a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, segundo a qual o fato de a idosa ter apresentado problema respiratório não é suficiente para um diagnóstico.

A suspeita, orienta Denise, “é considerada não apenas pelos sintomas da Covid-19, muito semelhantes a uma gripe comum, mas por ter feito viagem a áreas de crise dentro ou fora do país ou ter mantido contato com alguém infectado”.

Compartilhar