Por Marcos Rocha – Conexão Política

O Conexão Política noticiou, há duas semanas, que o ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro havia estipulado o mês de outubro para confirmar ou não a sua candidatura ao Palácio do Planalto ou a algum outro cargo eletivo.

Naquele mesmo texto, informamos que, caso ele decidisse ingressar na política, seu partido seria o Podemos, legenda liderada pelo senador Álvaro Dias, considerado um dos principais parlamentares em defesa da Lava Jato.

Diante das inúmeras cogitações em torno do seu nome, Sergio Moro acelerou esse processo e agora é oficial. O ex-ministro informou ao seu empregador, a consultoria Alvarez & Marsal, que não disputará a Presidência da República em 2022.

Ele, a partir de agora, é considerado oficialmente carta fora do baralho no pleito eleitoral, segundo informações da coluna Radar.

Compartilhar