Por Victor Rosa

Moradores de cidades no Recôncavo e do Baixo Sul baiano relatam que acordaram assustados após um tremor de terra que aconteceu na madrugada deste domingo, 30. O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) registrou um terremoto de magnitude 3.7 na cidade baiana de São Miguel das Matas, no Centro Norte do estado.

De acordo com informações obtidas através de denúncias via Cidadão Repórter, o tremor teria ocorrido em cidades do Recôncavo, como Vale do Jiquiriça, Muritiba e Santo Antônio de Jesus, e municípios do Baixo Sul baiano, como Gandu, Valença, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves e São Miguel das Matas.

“Estou em Jiquiriça e, assim, geralmente, quando tem estes tremores de terra só as coisas mexem, como vidro. Desta vez a gente  tremeu junto”, relatou Nayre Rocha, moradora do Vale do Jiquiriça, no Recôncavo.

Já Rayane Barboza, moradora do povoado de Fátima, em São Miguel das Matas, relatou que estava dormindo e acordou assustada quando começaram os tremores de terra. As outras seis pessoas pessoas que estavam na casa junto com ela também acordaram.

“Durou menos de um minuto. Primeiro vibrou mais leve, depois ficou forte e voltou a vibrar mais leve de novo. Primeiro eu pensei que tava sonhando, depois fiquei muito assustada”, disse Rayane.

Ainda conforme Rayane, meia hora depois do primeiro tremor eles chegaram a ouvir um estrondo. “Não sentimos, foi auditivo mesmo”.

O tremor também foi sentido na cidade de Valença, no Sul da Bahia. Segundo o morador da região Magno Jouber, o tremor aconteceu na cidade por volta das 8h e durou cerca de 10 segundos. “Estava sentado no sofá e de repente o gesso que tem no teto balançou e ouvi um barulho muito forte. Cheguei a pensar que era um caminhão passando na rua, mas depois fiquei sabendo do tremor”.

Compartilhar