Moradores da cidade de Feira de Santana, que fica a cerca de 100 km de Salvador, reclamam da superlotação nos ônibus da cidade. Além dos coletivos cheios, a Estação Central de Transporte, de onde saem os veículos, também registra muito movimento e aglomerações.

Em um vídeo gravado dentro de um dos ônibus, uma moradora desabafa sobre a situação e relata a quantidade de pessoas e o estado de limpeza dos coletivos.

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

“O ônibus que faz linha para Ferradura, centro de Feira de Santana, olha a situação como está: lotado igual a uma lata de sardinha. Superlotado. E para completar a superlotação desse micro-ônibus, ele está imundo. A sujeira está de abismar qualquer ser humano. Ou seja: não está tendo desinfecção. Não estão lavando os ônibus”, disse ela.

A prefeitura da cidade informou que a frota que circula está reduzida a 60%, por causa da pandemia. A justificativa é de que não há demanda suficiente de passageiros, algo que os moradores discordam. As empresas responsáveis pelos coletivos foram procuradas, mas responderam sobre a situação.

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

Moradores de Feira de Santana reclamam de superlotação em ônibus da cidade — Foto: Reprodução/TV Bahia

Compartilhar