Moradores do bairro de Dom Avelar, em Salvador, relatam assaltos constantes na região e clima de insegurança. Eles também reclamam de falta de policiamento ostensivo, para inibir a ação dos bandidos.

“Eu já fui assaltada na porta de minha casa, por volta de 1h da tarde. Eles descem de moto, assaltam que está pela frente. A sensação que nós temos hoje é de muita insegurança. No sábado [2 de janeiro] mesmo teve um assalto aqui”.

Segundo ela, nessa ação, além dos suspeitos levarem os aparelhos celulares das vítimas, também roubaram um carro.

“Eles tomaram o carro de um [motorista de] Uber, levaram o celular da passageira, do motorista, as compras, porque ela estava vindo do mercado. Então é uma sensação totalmente de insegurança. Vários assaltos, praticamente todos os dias. A gente só vê o pessoal correndo, desesperado, dizendo que foi assaltado. O tempo todo nós estamos vivenciando esse tipo de violência”, contou.

“Nós ficamos reféns dentro da nossa própria casa. A gente não pode ficar à vontade nem na nossa própria casa”.

Sobre a queixa dos moradores com relação ao policiamento no bairro, a Polícia Militar respondeu que a 47ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) faz rondas com viaturas no local, e também abordam pessoas em atitudes suspeitas.

Compartilhar