A Rolls-Royce quer produzir o avião elétrico mais rápido do mundo – e deu um novo passo nesta direção ao concluir os testes da tecnologia que fornecerá energia ao veículo. Uma réplica em escala real do ionBird foi montada no Reino Unido, incluindo o trem de força elétrico de 500 HP – alimentado por uma bateria poderosa o suficiente para abastecer 250 casas.

O modelo faz parte de uma iniciativa da Rolls-Royce chamada ACCEL (abreviação para “Acelerando a Eletrificação do Voo”) cujo objetivo principal será produzir aviões e motores com emissão zero para outras fabricantes até 2050. Trechos do teste de solo foram copilados em um vídeo, que foi postado no YouTube.

A equipe da ACCEL testou cada um dos componentes do sistema, incluindo a hélice com uma velocidade máxima de aproximadamente 2.400 rpm. “Quando estiver com potência total durante a fase de teste de voo, ela impulsionará a aeronave a mais de 480 km/h, estabelecendo um novo recorde mundial de velocidade para voo elétrico”, afirma a empresa, em um comunicado oficial.

“Este projeto também está ajudando a desenvolver as capacidades da Rolls-Royce e a garantir que permaneçamos líderes no fornecimento de eletrificação de voo, uma parte importante de nossa estratégia de sustentabilidade”, avalia o diretor da Rolls-Royce Electrical, Rob Watson.

O primeiro voo do ionBird está planejado para o fim deste ano, e o recorde deve ser batido no início de 2021.

Compartilhar