O Ministério da Infraestrutura (MInfra) vai leiloar uma área de 16.707, 81 m² no Porto de Salvador, na sexta-feira (13). O espaço movimenta cargas gerais, de projeto ou conteinerizada, e tem capacidade para 842,4 mil toneladas.

De acordo com a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), o leilão será feito na B3, que é a Bolsa de Valores, em São Paulo. A parte leiloada é a área SSD09. Confira imagem acima.

O leilão será por arrendamento, que prevê um prazo contratual de cessão do local. No caso dessa área do Porto de Salvador, será por dez anos. Além disso, o arrendamento costuma ser mais rápido, desde o mapeamento e qualificação da área até a a assinatura do contrato.

Ainda conforme com a Codeba, o investimento previsto é de R$ 17,7 milhões. Esse não é o primeiro leilão de áreas portuárias na Bahia. O primeiro foi feito em dezembro de 2020, quando dois terminais da Codeba, no Porto de Aratu-Candeias, foram arrematados por R$ 62.5 milhões.

Segundo a companhia, a movimentação de cargas nos portos cresceu 28,54%, no primeiro semestre de 2021, em relação ao mesmo período do ano anterior. Julho foi o 11º mês consecutivo de alta nas negociações.

Compartilhar