A ideia é aproveitar da melhor maneira possível o dia a mais que o Vitória ganhou na preparação, já que o jogo contra o América-MG, para fechar a 3ª rodada do Brasileirão, é somente na segunda (30), às 20h, no Estádio Independência, em Minas Gerais.

Após cerca de três meses e meio, desde que se iniciou a temporada, em 16 de janeiro, o Leão já fez 28 jogos oficiais em 2018. São 13 pelo Baiano, sete pela Copa do Brasil, seis pela Copa do Nordeste e dois pelo Brasileirão. Isso resulta em uma média aproximada de um jogo a cada três dias e meio.

Prováveis titulares diante do Coelho, Uillian Correia e Neilton são os atletas que mais entraram em campo pelo rubro-negro em 2018. Ambos fizeram 23 partidas, mas o volante conseguiu permanecer mais minutos em campo: 2.064 contra 2.024 do camisa 10 da Toca.

Para ajudar a suportar essa verdadeira maratona e contribuir com a  redução da quantidade de jogadores entregues ao Departamento Médico (DM) do clube, o rubro-negro utilizou apenas a manhã do sábado (28) para uma atividade, visando o duelo contra os mineiros.

Como já é rotina, a imprensa ficou de fora. Assim, segundo o clube, Vágner Mancini optou por focar em ajustes táticos na primeira parte das ações e finalizou com um coletivo de curta duração. O treinamento foi encerrado em campo reduzido, com três times com cinco jogadores cada, se enfrentando em sistema de rodízio.

Junto com Luan, Júnior Todinho e Cleiton Xavier, André Lima, que fez sua última partida no dia 16 de março, contra o Bragantino, pela Copa do Brasil, está realizando trabalhos de transição. O centroavante, que tem 13 partidas e seis gols marcados, sofreu uma fratura no terceiro metatarso e tinha previsão inicial de retorno para julho.

Na manhã deste domingo (29), o comandante rubro-negro completa a preparação do time e anuncia a relação dos atletas que viajam para Belo Horizonte à noite.
 

Compartilhar