O corpo do atleta e policial militar Leandro Prates Oliveira, de 39 anos, medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2011, foi velado nesta quarta-feira (7) no ginásio da Escola de Educação Física da Polícia Militar (PM), na Zona Norte de São Paulo, onde trabalhava.

Leandro, que era cabo da PM, estava desaparecido desde a noite de segunda-feira (5), quando saiu do trabalho de moto e não foi mais visto. Seu corpo e a motocicleta foram encontrados na terça-feira (7) numa ribanceira, com cerca de 15 metros de altura, perto do km 75 da Rodovia Fernão Dias, na capital paulista.

Segundo a Polícia Militar, o mais provável é que ele tenha morrido num acidente de trânsito. Há indícios de que o piloto teria perdido o controle da motocicleta após bater em algo e caído no precipício. Não há informações se ele chegou a bater antes em algum outro veículo.

Leandro Prates (à direita) e Byron Piedra na chegada dos 1500m no Pan-Americano de Guadalajara — Foto: AFP

Leandro Prates (à direita) e Byron Piedra na chegada dos 1500m no Pan-Americano de Guadalajara — Foto: AFP

“Vai estar num lugar especial aqui. Com certeza não só na galeria, mas no coração de todos nós”, disse a capitã da PM Herika Costa sobre as homenagens feitas para Leandro no velório dele na Escola de Educação Física da PM.

Depois do velório, o caixão com o corpo de Leandro seguiu em carro aberto do Corpo dos Bombeiros até o Aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana. De lá, partirá de avião para Vitória da Conquista, na Bahia, onde nasceu e será enterrado.

Local onde o corpo do atleta Leandro Prates, 39 anos, foi encontrado na Rodovia Fernão Dias.  — Foto: Reprodução/TV Globo

Local onde o corpo do atleta Leandro Prates, 39 anos, foi encontrado na Rodovia Fernão Dias. — Foto: Reprodução/TV Globo

Compartilhar