Como especulado nos últimos meses, o MDB irá lançar a senador Simone Tebet (MS) como pré-candidata à Presidência da República na eleição de 2022. A possibilidade já era discutida entre o partido e a parlamentar, mas eles preferiram aguardar o fim da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid para tornar públicas as articulações políticas. As informações são do Estadão.

O presidente do MDB, deputado Baleia Rossi (SP), disse que o anúncio do nome dela será feito ainda neste mês, mas a data não está fechada. Com isso, Tebet será a única mulher a se apresentar como pré-candidata à Presidência até agora. Ela integra o grupo dos chamados candidatos de terceira via, que evitam atrelar suas candidaturas a Lula e Bolsonaro, líderes nas pesquisas de intenção de voto.

“Simone tinha pedido para aguardar o final da CPI apenas para não confundir os temas. A ideia amadureceu muito dentro do partido. Já existe hoje um apoio muito grande para o lançamento da pré-candidatura”, disse Baleia Rossi ao Estadão.

O mandato de Tebet no Senado termina em 2022. “A CPI deu conhecimento da qualidade, desenvoltura e do preparo dela, jurídico e político. Fez com que a população soubesse e conhecesse a capacidade e a desenvoltura dela”, afirmou o presidente do MDB.

No entanto, nem Tebet nem o MDB descartam abrir mão da pré-candidatura à Presidência para negociar o apoio a um concorrente de outro partido. “Claro que para sentar à mesa você tem de querer apoio, mas também tem de se dispor a apoiar alguém, se for a melhor conjuntura”, observou Baleia.

Compartilhar