O Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI) ainda mantém ativa no sistema de registro o processo de investigação para descobrir a causa da queda do avião modelo RV-10, prefixo PP-ZOJ, que caiu numa fazenda, a cerca de 4 quilômetros do centro de Guarantã do Norte (230 quilômetros de Sinop), no dia 16 de setembro do ano passado.

Nos dados intermediários iniciais relatados no documento que Só Notícias teve acesso, consta que aeronave decolou do aeroporto João Batista Figueiredo em Sinop, com destino a área de pouso não registrada, localizada em Guarantã do Norte para um voo privado. Já no período noturno, a aeronave caiu violentamente, pegou fogo ficando completamente destruída.

O empresário Jair José Demski e o filho dele, João Anderson Demski, morreram na hora. Jair era empresário na construção civil em Guarantã e filiais em Itaituba, Novo Progresso e Santarém (PA).

Compartilhar