Marília Mendonça está feliz, bem resolvida com a maternidade e se sentindo mais mulher em sua volta aos palcos nesta sexta-feira (6), em São Paulo. A apresentação no Espaço das Américas é a primeira da cantora desde o nascimento do seu primeiro filho, Léo, em dezembro de 2019.

Em conversa com jornalistas antes da apresentação de retorno da turnê “Todos os Cantos”, a cantora conta que está tranquila com o retorno à rotina de shows e que fazer isso é uma demonstração de amor pelo seu filho.

“Meu medo era não estar resolvida. Mães começam a se cobrar desde que descobrem que estão grávidas. Que não dá conta, que está indo trabalhar, está deixando o filho. E eu me sinto muito feliz por querer estar aqui agora. Não estou sofrendo. Pode ter certeza que vou dar muito mais valor a tudo que eu vivo, ao meu trabalho, sabendo que tenho uma ‘vidinha’ para cuidar”, diz.

Marília afirmou ainda que vai contar com a ajuda da mãe para cuidar de Léo durante as viagens a trabalho, e que ela foi uma das principais incentivadoras para que a sertaneja retomasse à rotina profissional.

“A fase de adaptação está sendo uma coisa bem louca. Precisei muito da minha mãe e ela de mim. Eu, e muito mais ela, optamos por não contratar uma babá. Mas está sendo uma loucura. Ela agora está sozinha cuidando dele, sem meu apoio, sem ninguém para revezar. Mas ela está muito feliz com tudo isso e me incentiva muito a fazer o que eu amo”, conta.

‘Hater’ infantil, não!

Marília Mendonça já se pronunciou algumas vezes sobre a dificuldade e a superexposição que vêm com a fama. Mas e agora que a rainha da sofrência também é mãe?

Manuela Scarpa/Brazil News

Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

“Antes de ter o Léo, eu pensava completamente diferente. Que não ia postar foto dele assim que ele nascesse. Mas quando vi aquela coisa linda, falei que não ia dar para guardar isso só para mim, não. É um orgulho muito grande de gerar uma vida. Sou muito feliz em compartilhar esses momentos”, garante.

A sertaneja já falou abertamente sobre a gravidez, amamentação e seu parto natural. Mas, para ela, notícias negativas sobre o filho não serão toleradas.

“Não é possível que exista algo no mundo como ‘hater’ [odiador] de criança. Fake news, coisas que deixam ele numa posição que qualquer mulher não aceitaria, eu não aceito também. Quanto a mim, eu estou tranquila, já passei por isso para caramba, mas ele não. O bicho vai pegar porque tem uma onça aqui para defender ele”, diz.

Sofrência em 2020

A perna 2020 da turnê “Todos os Cantos” deve seguir utilizando a estratégia de lançamentos de novas faixas no formato de EPs, afirma a cantora. Mas Marília Mendonça diz que nada está planejado até o final — uma característica que, para ela, define o projeto.

“Para você ter uma noção, ainda não tem nenhuma data marcada para o ‘Todos os Cantos'”, conta.

E apesar da maternidade, a cantora não planeja deixar a sofrência de lado, não.

“Sempre soube separar bastante as duas coisas. Conheço meu mercado e conheço meu gado, como diz a música de Henrique e Juliano. É o meu trabalho. Sei o que escuto dentro de casa e sei o que o público quer escutar. É saber dividir isso sem mudar sua essência. Fazer o que eu gosto, mas fazer comercialmente”, afirma.

Marília Mendonça retorna ao palco do Espaço das Américas amanhã (7). De acordo com a organização, 16 mil ingressos foram vendidos. Ambas as apresentações tiveram entradas esgotadas.

Compartilhar