Uma ligação de água clandestina, que abastecia 32 apartamentos, no conjunto Ilha de São João, em Simões Filho, foi descoberta pela Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa). O desvio da água gerava um desperdício mensal de aproximadamente 480 metros cúbicos. A ação ocorreu nesta quarta-feira, 8, mas foi divulgada pela Embasa nesta quinta-feira, 9.

A matrícula do imóvel que tinha a ligação clandestina estava inativa, com 42 contas em aberto, sendo o último corte executado em novembro do ano passado. A ação de combate a fraudes no consumo de água contou com apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica

O valor da dívida está estimado em R$ 80 mil. O responsável não foi localizado no momento da ação, mas será chamado posteriormente pela Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

Compartilhar