O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avalia a possibilidade de comparecer à manifestação nacional contra o presidente Jair Bolsonaro marcada para este sábado, 19. Lula e o PT foram criticados por não marcarem presença no último protesto contra Bolsonaro, no dia 29 de maio.

Lula, que retornou a São Paulo após compromissos políticos no Rio de Janeiro, indicou ser favorável aos protestos e afirmou que “somente o povo pode resolver o problema da ingovernabilidade do Bolsonaro”.

Nos bastidores, se revelou o temor de que o gesto possa servir de combustível para a narrativa bolsonarista que busca tachar os protestos da oposição como evento de apoio ao petista.

Compartilhar