Luciano Camargo tem aproveitado a quarentena para curtir ainda mais sua família. Casado com a arquiteta Flávia Fonseca, o cantor ressalta a importância de manter o romantismo e respeito para evitar o desgaste da relação por causa do excesso de convivência.

“O segredo é respeitar a mulher que você ama. Prestar atenção no jeito que responde para ela. Quando ela me chama, eu nunca respondo ‘quê?’. Digo, ‘oi, amor’. Muitos casais acham que podem falar qualquer coisa para o outro que depois eles se acertam. Não adianta mandar flores só. Tem que ser romântico todo dia’, disse ele, em entrevista para a Quem.

O sertanejo garante que em tantos anos de casamento, os dois nunca tiveram uma briga. “Em 17 anos, eu e a Fau nunca brigamos! A gente já discutiu assuntos e ideias, mas nunca uma atitude minha ou dela. Não teve uma noite em que fui dormir, sem fazer uma oração com ela e dar um beijo nela. E acordo com beijo e com ‘eu te amo’ ou ‘bom dia, linda'”.

“Sou extremamente cavalheiro e até já fui taxado de babaca e meloso. Sou meloso mesmo porque a Flávia é o mel da minha vida e me lambuzo dele. Teve fã que já me disse no camarim para eu não ficar fazendo essas coisas porque estava inflacionando o casamento dele e a mulher dele estava cobrando o mesmo”, conta ele, que ainda é homem de mandar flores e escrever cartas de amor”, disse ele, exaltando a mulher.

Luciano também comentou na publicação como Flávia mudou sua vida. “Quando ela chegou, eu era um solteiro desregrado. Mesmo menina, ela colocou as regras que tinha aprendido com os pais dela. Me mudou completamente. Passei a ser homem, no sentido da palavra, depois que conheci a minha mulher. Só entendi o que era saudade quando a conheci. Por isso, sou meloso mesmo”.

“Ela [Flávia] ganha um orquídea todo mês, escrevo textos enormes, canto para ela, choro quando me emociono cantando algo que me faz lembrar dela”, confessou o moreno.

O casal apaixonado é pai das gêmeas Helena e Isabella, de 10 anos.

Compartilhar