A prefeitura de Salvador divulgou nesta quinta-feira (7) que Centro da cidade, Boca do Rio e Plataforma terão bloqueios em Salvador a partir deste sábado (9).

Inicialmente, os bloqueios vão durar sete dias. De acordo com o prefeito ACM Neto, as medidas não podem ser chamadas de lockdown, visto que a ação, mais extrema, envolve isolamento total e compulsório.

De acordo com a prefeitura, o transporte público permanecerá inalterado, ou seja, a população tera acesso total aos meios de transporte. A interdição viária, entretanto, nessas regiões, acontecerá das 7h às 19h. Moradores, mediante a apresentação do comprovante de residência, poderão acessar a qualquer hora do dia.

Estarão proibidas todas as atividades comerciais (formais e informais), assim como os serviços não essenciais. Isso não vale para supermercados, farmácias, bancos e lotéricas.

Lockdown total não é descartado
Ao anunciar os bloqueios na quarta-feira (6), o prefeito ACM Neto não descartou a possibilidade de estendê-la para toda capital. “O lockdown total foi tratado como uma hipótese durante reunião entre a prefeitura e o governo do estado na segunda-feira (4). No entanto, o diálogo vem acontecendo diariamente e, se for preciso, vamos adotar as medidas necessárias. Vamos observar o comportamento das pessoas durante o isolamento que faremos de algumas áreas da cidade, a partir de sábado, e então analisar se haverá a necessidade de estender a ação para toda a cidade”, explicou.

O transporte público também passará por alterações porque houve um aumento no número de passageiros na última semana. Antes, apenas 28% dos usuários estavam usando o sistema, mas esse número saltou para 35% nos últimos dias. A maior circulação de pessoas justamente quando o vírus está mais ativo na cidade preocupa as autoridades.

Até a manhã desta quarta (6), Salvador estava com 128 leitos de UTI e 238 leitos clínicos ocupados. Juntos, município, estado e rede privada oferecem 489 acomodações de UTI e 444 clínicas. Até a manhã desta quarta, havia 2.599 casos confirmados do novo coronavírus apenas em Salvador. Em toda a Bahia, são 4.247 pacientes.

(Com informações de Hilza Cordeiro –  Correio da Bahia)

Compartilhar