leo-prates-radio

O vereador Leo Prates (DEM), foi o entrevistado do programa A Voz da Cidade, na rádio MIX FM Salvador 100,7, na manhã desta quinta-feira (19). A entrega o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), foi discutido assim como uma possível judicialização do processo, que foi entregue na tarde de ontem (18), pelo Prefeito ACM Neto à Câmara dos Vereadores. O destravamento do ITIV e os casos de microcefalia possivelmente causados pelo vírus da zika também foram tema da entrevista.

A investigação da relação do zika vírus com os casos de microcefalia no Nordeste é um dos caminhos para tentar esclarecer o aumento recente no aparecimento da anomalia em recém-nascidos na Região Nordeste. De acordo com o Vereador, números informais mostram que oito mulheres tiveram filhos com microcefalia e já há confirmação de que as mães tiveram zika, e o número pode ser ainda maior. “Quero conclamar o secretário de saúde Fábio Villas Boas para que possa comandar essa importante luta que é de todos nós”. O assunto está sendo investigado pelo Ministério da Saúde, que decretou situação de emergência por conta do número de casos diagnosticados em estados do Nordeste.

Léo Prates citou a importância da votação do projeto de parcelamento do Imposto de Transmissão Inter Vivos (ITIV), e destacou alguns compromissos que foram firmados. “Nós fizemos acordos e entre eles estão duas inclusões de quilombos, um deles em Ilha de Maré e outro não sei exatamente a localidade. Outro compromisso foi com os terreiros de matrizes africanas onde houver características domiciliares será dado uma atenção especial e haverá a isenção de IPTU. Firmamos o compromisso na ampliação dos clubes sociais e os clubes olímpicos serem beneficiados porque prestam um grande serviço a sociedade”.

A entrega do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), pelo prefeito ACM Neto foi abordado pelo vereador que integra o partido do prefeito. “O prefeito foi lá entregar pessoalmente o PDDU, lamento que já esteja se falando em judicialização quando o projeto começa a tramitar na câmara. Nós somos a porta de entrada de qualquer projeto”, declarou Leo Prates que aproveitou para deixar um apelo para os colegas. “Apelo a câmara municipal em defesa das familias que sofreram com as chuvas na localidade do Barro Branco para que possamos construir unidades habitacionais no local e que as pessoas retomem suas moradias no lugar onde criaram seus filhos e onde foram vítimas da tragédia que as desabrigou”.

O radialista André Spínola comentou sobre a perseguição que a Rádio MIX FM Salvador está sofrendo por parte da secretaria de comunicação do Estado da Bahia. O vereador questionou a comparação feita pelo secretário em relação a divulgação de uma pesquisa de aprovação dos governos municipais e estaduais. “André Curvelo é o melhor secretário do governo, porque os meios de comunicação estão comendo o “H” dele. Comparar a avaliação do prefeito ACM Neto com a do governador Rui Costa. Neto apresentou 84% de aprovação e Rui 59%”. Sobre a retirada de mídia da emissora Léo Prates destacou a importância da transparência na distribuição de verbas. “Espero que seja um equivoco burocrático, mas é preciso saber quais foram os critérios para a colocação de publicidade. Pela lei de transparência eles tem obrigação de responder porque se trata de recursos públicos que são destinados conforme a audiência”, concluiu.

Compartilhar