A partir desta quarta-feira, 18, os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (LACEN) dos 26 estados e do Distrito Federal estão aptos a realizarem exames para o coronavírus como parte do esforço da Saúde no enfrentamento à doença. As capacitações das unidades vinham sendo realizadas desde fevereiro e foram finalizadas nesta quarta, em evento de encerramento na cidade Belém, no Pará.

De acordo com o Ministério da Saúde, a medida visa descentralizar o diagnóstico da pandemia em todo o país. “Vamos revitalizar os laboratórios, com mais automação, mais possibilidades de garantir resultados eficientes e precisos. O cidadão tem direito de receber o resultado do exame de forma mais rápida e eficaz e, para isso, precisamos de qualidade técnica”, destacou Wanderson de Oliveira, secretário nacional de Vigilância em Saúde.

Segundo dados atualizados pelo Ministério da Saúde, o número de casos suspeitos no país já ultrapassa 8 mil. Com isso, a ideia é frear o número de infectados e, assim, facilitar o controle da doença em laboratórios e hospitais.

“Precisamos que as pessoas cumpram as medidas não farmacológicas para não sobrecarregar o sistema de saúde. Quando falamos para a pessoa ficar em casa, o recado é que, com isso, ela ajuda o sistema de saúde, porque interrompe o ciclo de transmissão da doença”, concluiu o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), Alberto Beltrame.

Compartilhar