Na sessão remota da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia em 28 de abril, o deputado estadual Júnior Muniz (PP) cobrou mais agilidade na tramitação das proposições de iniciativa do seu mandato que propõe desconto de 30% nas mensalidades das instituições privadas de ensino no Estado durante o período da quarentena. “Apresentamos Indicação e Projeto Lei, sendo que a Indicação ao Governador data de 25 de março, quando ainda se analisava o decreto do período da quarentena. Já se passaram mais de 40 dias de isolamento social e nós, como representantes da população, recebemos diariamente relatos das dificuldades financeiras enfrentadas, queda na renda familiar e cobranças por uma solução”, salientou o deputado, relatando as dificuldades enfrentadas pelas famílias.

Júnior Muniz pesquisou como algumas instituições da rede particular de ensino de Salvador estão procedendo com relação ao pagamento das mensalidades e muitas delas já concederam descontos entre 15 a 30%, de forma aleatória. Porém, o deputado destaca a importância de regulamentar a ação. “Peço a Mesa Diretora que priorize essa votação pois o tempo está passando, caso contrário não fará sentido a proposta”, cobrou Muniz.

Compartilhar