Condenado no mensalão e alvo da Lava Jato, o ex-ministro José Dirceu vem articulando a campanha eleitoral do ex-presidente Lula e até já conversou com várias lideranças do Nordeste, a exemplo do senador Weverton Rocha (PDT), candidato ao governo do Maranhão, e do prefeito de Recife, João Campos (PSB). As informações são do Estadão.

As conversas em torno da candidatura de Lula marcam o retorno de José Dirceu a vida política. Próximo a Lula desde sempre, ele foi ministro da Casa Civil durante o governo do petista entre 2003 a 2005. Também foi deputado federal pelo PT em três mandatos.

Dirceu foi preso três vezes e ainda é alvo de dois processos da Operação Lava Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O ex-ministro teve bens bloqueados e uma casa no bairro da Saúde, em São Paulo, chegou a ser leiloada pela Justiça para ressarcimento dos cofres da Petrobras.

De acordo com a revista IstoÉ, a expectativa é que Dirceu participe de amarrações com os aliados em áreas estratégicas, como São Paulo — o maior colégio eleitoral do País —, Rio de Janeiro e Nordeste, onde o PT negocia acordos com o PSB. No Rio, o partido deve apoiar o deputado Marcelo Freixo (PSB) para o governo fluminense.

Compartilhar