Com a queda de casos ativos de coronavírus, Israel começou seu “novo normal” esta semana e a atividade turística também terá importantes mudanças para a fase pós-pandemia do coronavírus — que vitimou 239 pessoas no país até esta quinta (7).

Segundo comunicado oficial, atividades ao ar livre serão priorizadas neste momento. Os famosos parques nacionais do país, como Ma’ayan Harod, Caesarea, Masada, além de reservas naturais, estão abertos desde a última segunda (4).

Masada, em Israel - Unsplash

Masada, em Israel

Imagem: Unsplash

As atividades culturais ainda vão demorar mais um pouco: os museus voltarão à atividade a partir do dia 17 de maio; teatros, cinemas, restaurantes e competições esportivas só devem retornar em meados de junho.

As famosas paradas LGBT+ de Tel Aviv e Jerusalém, que aconteceriam em junho, serão adiadas para agosto.

Entre as novidades estão novas diretrizes de reabertura de hoteis, que serão obrigados a seguir rigorosos cuidados de limpeza e manutenção, assim como a garantia de distanciamento de seus hóspedes.

Compartilhar