Com 89 anos de idade, Bernie Ecclestone é do grupo de risco em meio à pandemia de coronavírus. No entanto, o ex-todo-poderoso da Fórmula 1 não está preocupado. Isolado com a esposa, a brasileira Fabiana Flosi, que está grávida, o ex-dirigente disse que não teme o Covid-19 e revelou um pouco da rotina durante a quarentena numa fazenda de Amparo, no interior de São Paulo.

– Na minha idade, não se tem mais medo da morte. Você está agradecido e ansioso por todas as ligações. Felizmente, Fabiana fez um grande progresso no gamão, então os dias estão ficando mais curtos. Tudo o que importa é que Fabiana e o bebê estejam bem. O nascimento do meu primeiro filho será outro destaque da minha vida – disse Bernie à revista suíça “Blick”.

Ecclestone também contou que ainda não saiu da propriedade nem para fazer as compras mais necessárias do dia a dia. O ex-dirigente também disse que os empregados seguem com o casal no interior da fazenda:

– O mundo mudou para nós também, mas ainda estamos em uma situação suportável aqui com nossos 30 funcionários. Duas vezes por dia, saio do galinheiro de volta à fazenda com cerca de vinte ovos. Podemos pedir qualquer coisa. Em seguida, as coisas são deixadas em frente aos portões fechados e podemos pegá-las de carro. Felizmente, todos os funcionários também estão bem aqui.

Após comprar a equipe Brabham, em 1971, Bernie Ecclestone ganhou força na Fórmula 1 como chefe da Associação das Equipes (Foca). Negociador implacável, passou a controlar os contratos comerciais das escuderias e, depois, da própria F1. Deixou o comando da categoria em 2017 após a venda da F1 para a Liberty Media, grupo americano. Ecclestone completará 90 anos no dia 28 de outubro.

Compartilhar