Eminem correu um grande perigo em abril deste ano após ter a sua casa invadida nos Estados Unidos. De acordo com a Variety, um policial que testemunhou hoje no tribunal sobre o caso afirmou que o invasor, Matthew David Hughes, teria a intenção de matar o cantor.

O policial Adam Hackstock relatou que Marshall Mathers, mais conhecido como Eminem, havia dito que acordou com um homem parado atrás dele, inicialmente acreditando que ele era seu sobrinho, antes de perceber que era um intruso.

“Quando o Sr. Mathers perguntou por que ele estava lá”, disse Hackstock, “o Sr. Hughes disse que ele estava lá para matá-lo.”

O policial ainda afirmou que chegou à casa do rapper e encontrou um segurança lutando contra o invasor. Ele ainda disse que Hughes se apresentou como um amigo que morava na área e que Eminem teria acompanhou Hughes por vários quartos antes de escoltá-lo para fora de casa.

Desde então, Hughes está preso nos Estados Unidos. Os promotores disseram acreditar que Hughes é uma pessoa em situação de rua e seu advogado disse que “problemas mentais” podem estar em jogo com seu cliente.

Compartilhar