O hospital montado nas dependências do Fazendão, centro de treinamento que pertence ao Esporte Clube Bahia, recebeu na última sexta-feira (27) os três primeiros pacientes. A estrutura foi montada para dar apoio à rede de Saúde do Estado durante a pandemia de coronavírus. O Fazendao está com 44 leitos clínicos prontos para receber pacientes de baixa complexidade, que não estejam contaminados com o coronavirus. A ocupação dos leitos está sendo feita por meio da Central Estadual de Regulação.

A diretora do Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação de Pessoas com Deficiência (Cepred), Normélia Quinto, afirmou que os três pacientes que chegaram na sexta, oriundos do hospital Octávio Mangabeira, estão estáveis.

“Hoje, nós já estamos preparados para receber mais cinco pacientes que serão encaminhados pela gestão de leitos dos hospitais”, declarou Normélia.

Segundo Normélia, que também dirige o Hospital Fazendão, a unidade conta com uma equipe de 130 colaboradores, entre médicos, enfermeiros, seguranças e profissionais de higienização, setor administrativo, motorista de ambulância 24 horas, entre outros. Além dos 44 leitos, há também uma sala de parada, completamente equipada para o caso de haver alguma emergência entre os pacientes internados no Fazendão.

Normélia destaca que o hospital montado no centro de treinmento não atende ao público em geral, não é uma unidade de portas abertas. “Aqui é uma unidade de retaguarda para liberar leitos em outros hospitais para pacientes crônicos”, declarou.

Compartilhar