O Hospital Aliança, que confirmou a segunda morte por coronavírus em Salvador nesta segunda-feira (30), anunciou que implantou uma nova unidade de emergência para pacientes com sintomas respiratórios em suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

De acordo com a assessoria de comunicação do local, a nova área está isolada dos demais setores do Hospital, favorecendo a assistência tanto dos pacientes em suspeita, quanto dos demais nas unidades de emergência, internamento e outros serviços do complexo hospitalar. A nova emergência possui acesso separado das demais entradas do Hospital e Centro Médico, que continuam em funcionamento para outros atendimentos.

Ainda de acordo com o comunicado do Hospital, o novo serviço prevê ainda triagem inicial através do sistema drive-thru e se une às unidades de Terapia Intensiva (UTI ) e clínica médica (apartamentos), já destinadas exclusivamente ao tratamento dos pacientes com suspeita e confirmados com a COVID-19.

“O Hospital Aliança torna-se, desta forma, ainda mais seguro tanto para os pacientes com a Covid-19 como para aqueles que continuam utilizando os nossos serviços de emergência, centro cirúrgico, centro obstétrico e demais unidades”, afirma o superintendente médico, Dr. Raymundo Paraná.

Morte por Covid-19 no Hospital Aliança
A segunda morte por coronavírus na Bahia foi confirmada nesta segunda-feira (30). O paciente estava internado em estado grave no Hospital Aliança e não resistiu às complicações da Covid-19. A informação foi ratificada pelo secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, e pela unidade de saúde.

Através de comunicado, o Hospital Aliança informou que a morte ocorreu às 18h45. O paciente tinha 64 anos e estava internado na UTI desde o dia 17 de março. Já o secretário informou que o homem era hipertenso e diabético, fatores de risco para a doença. A unidade privada de saúde confirmou que tem outros quatro pacientes internados com Covid-19 no local.

Compartilhar