Por Eduardo Dias

O secretário Municipal da Educação (Smed), Bruno Barral afirmou nesta terça-feira (12) que Salvador desenvolve um plano de contingência em caso de suspeita ou confirmação de casos do novo coronavirus na capital baiana. Segundo o secretário, há a possibilidade de fechamento das escolas municipais.

Durante a entrega do novo Centro de Educação Infantil (CMEI), em Boa Vista do Lobato, Barral revelou que, apesar de não ter casos suspeitos do novo vírus em Salvador, ele tem mantido conversas com a secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre a atuação dos profissionais da saúde nas escolas do município.

“Salvador possui um plano de contingência hoje no munícipio. Conversei hoje mais cedo com o secretário Léo Prates [da saúde] sobre isso. O que acontece é que hoje, em Salvador, não temos nenhum caso suspeito. Como não temos, ainda não temos o porquê entrar no plano de contingência. Mas, se houver a necessidade de entrar, vamos seguir todas as regras e passos. E um deles, inclusive, é evitar aglomerações públicas e, quem sabe, pensar no fechamento das escolas”, disse o secretário.

Barral revelou ainda que a ideia da prefeitura nesse momento é estar atenta aos casos que possam vir a acontecer e reforçar as ações educacionais nas escolas, incentivando a lavagem das mãos, não tocar os rostos e fazer com que a cidade se cubra o máximo para evitar que o coronavírus chegue de forma muito forte na cidade.

“A gente segue o trabalho, sem casos suspeitos, mas com atenção para executar o plano de contingência, caso isso aconteca”, completou.

Fonte: Correio da Bahia

Compartilhar