A Grécia não vai pagar a parcela de € 1,6 bilhão devida ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que vence nesta terça-feira (30), disse o ministro da Fazenda do país, Yanis Varoufakis, de acordo com a Reuters. O governo, no entanto, ainda tem esperança de fechar um acordo de última hora com seus credores para um pacote de ajuda.

grecia_1

Perguntado por um repórter se a Grécia faria o pagamento nesta terça, Varoufakis respondeu: “não”. Sobre a possibilidade de um acordo de última hora com seus credores internacionais – com o programa atual expirando nesta terça – Varoufakis disse: “Esperamos que sim”, segundo a Reuters.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, está considerando uma proposta feita de última hora na segunda-feira (29) pelo chefe da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, para que a Grécia receba ajuda financeira. A informação é do jornal grego “Kathimerini”.

“O gabinete do primeiro-ministro disse a Bruxelas que está avaliando a nova proposta do presidente da Comissão da UE, que inclui alívio da dívida em outubro e mudanças no suplemento Ekas (para gregos de baixa renda)”, noticiou o jornal, sem especificar suas fontes.

grecia-euro

Vence nesta terça-feira (30) o prazo para a Grécia pagar uma parcela de € 1,6 bilhão de euros de sua dívida com o FMI. Também vence nesta terça o prazo para o país receber ajuda financeira da Zona do Euro, necessária para evitar um possível calote. Sem essa ajuda, o país não conseguirá pagar o FMI e entrará em situação de calote.

Compartilhar