Pela primeira vez, o governo federal cobrará o aluguel dos espaços que são patrimônios da Marinha e que são usados por camarotes durante o Carnaval de Salvador no circuito Barra-Ondina. Veículos de comunicação também terão que pagar, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

A Superintendência do Patrimônio da União (SPU) já está analisando os espaços e estima que o valor que poderá ser arrecadado pela União é de R$ 200mil. O órgão espera a legislação vigente que estabelece a cobrança a título de pagamento de aprovação de uso da área da União.

Compartilhar