A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), vinculada ao Ministério da Economia, colocou à venda 53 imóveis da União sem uso em todo o país. Na Bahia, são duas salas localizadas em Salvador. Uma delas está avaliada em RS 135,5 mil e a outra, em RS 140 mil. O outro ativo à venda é um terreno de 466,13 metro quadrados, situado no município de Ilhéus, e avaliado em RS 670 mil. O leilão será realizado no dia 4 de dezembro.

Além da Bahia, os ativos estão localizados no Distrito Federal e nos estados do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. Os avisos de licitação das concorrências públicas eletrônicas foram publicados na edição desta sexta-feira, 23, do Diário Oficial da União. No total, os imóveis estão avaliados em RS 60,3 milhões.

A maior oferta está concentrada no Distrito Federal, onde estão à venda 21 apartamentos funcionais que estão sem uso. Os imóveis estão localizados nas Superquadras Sul 104, 105, 216, 302, 311 e 316 e nas Superquadras Norte 105, 106, 108, 304, 307 e 313. O valor mínimo varia entre RS 637.163, 62 e RS 1.441.694,78. Os certames serão realizados nos dias 24 e 26 de novembro e nos dias 1, 3, 8 e 10 de dezembro.

Outros

No Acre, estão à venda duas casas na capital, Rio Branco, avaliadas em RS 312 mil e RS 383,5 mil. O outro imóvel à venda é um terreno de 300 metros quadrados localizado no município de Cruzeiro do Sul, avaliado em RS 64,5 mil. A sessão pública será realizada no dia 8 de dezembro.

No Espírito Santo, está à venda uma sala de 221,51 metros quadrados, avaliada em RS 275 mil, localizada em Vitória. O certame será realizado no dia 25 de novembro.

Em Mato Grosso, está à venda uma casa avaliada em RS 180 mil, no município de Diamantino. A concorrência pública será realizada no dia 27 de novembro.

Em Mato Grosso do Sul, são quatro terrenos colocados à venda na capital, Campo Grande. Eles possuem entre 360 e 1.250 metros quadrados, cujos valores de avaliação individual variam entre RS 138,597 mil e RS 503 mil. A sessão pública será realizada no dia 9 de dezembro.

Na Paraíba, três imóveis estão à venda: duas salas de 496,5 metros quadrados e um terreno de 390 metros quadrados. Cada sala está avaliada em RS 605 mil e o terreno, em RS 615 mil. Todos os ativos estão localizados em João Pessoa. O leilão será realizado no dia 25 de novembro.

Em Pernambuco, está sendo ofertado um edifício no município de Cabo de Santo Agostinho, avaliado em RS 600 mil. O certame será realizado no dia 3 de dezembro.

No Paraná, estão à venda sete imóveis: quatro terrenos, dois armazéns e um apartamento. Em Maringá, o certame será realizado no dia 27 de novembro e os ativos são referentes a um apartamento avaliado em RS 232,5 mil, e dois terrenos avaliados em RS 6,6 milhões e em RS 148,5 mil. Nos municípios de Jandaia do Sul e de São José dos Pinhais, o certame será realizado no dia 2 de dezembro com a oferta de um armazém avaliado em RS 9,6 milhões e um terreno avaliado em RS 251,2 mil. Nos municípios de Ponta Grossa e de Rolândia, a sessão pública será realizada no dia 4 de dezembro com a venda de um terreno avaliado em RS 152,450 mil e um armazém avaliado em RS 10,2 milhões.

No Rio Grande do Sul, os três imóveis ofertados estão localizados em Porto Alegre. São dois apartamentos avaliados em RS 133 mil e em R$ 1.018.083,04; além de uma sala avaliada em RS 355 mil. O certame será realizado no dia 2 de dezembro.

Em Santa Catarina, são dois terrenos localizados nos municípios de Curitibanos e de Urussanga. Os ativos estão avaliados em RS 95 mil e em RS 160 mil. O certame será realizado no dia 1º de dezembro.

Em Sergipe, um terreno localizado no município de Nossa Senhora do Socorro, avaliado em 1,9 milhão, está sendo ofertado. O leilão será realizado no dia 26 de novembro.

No Tocantins, três terrenos localizados no município de Araguaína estão à venda. Eles estão avaliados em RS 57 mil, RS 65,5 mil e em RS 80,5 mil. A venda será realizada no dia 10 de dezembro.

Compartilhar