O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), lançou um portal contra fake news através de um PL (Projeto de Lei) aprovado na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

O ato veio após várias pessoas questionarem o governador pelas compras envolvendo os ventiladores de UTI.

De acordo com os opositores, o governador Romeu Zema (Novo-MG) realizou uma compra de 747 ventiladores por R$ 43.965.000,00, enquanto o  Camilo Santana adquiriu por R$ 82.126.450,00.

Na mesma semana da denúncia realizada pela oposição, o governo do Ceará aprovou a matéria na Assembleia Legislativa.

De acordo com o documento da seção judiciária do Estado de Minas Gerais, as compras do feitas por Zema referem-se a 562 servo ventiladores no valor unitário de R$70.000,00 e 185 ventiladores de transporte no valor unitário de R$25.000,00.

De acordo com a Secretaria Fernanda Pacobahyba, os produtos comprados pelo governo do Ceará são bem melhores e mais resistentes do que os ventiladores de Minas Gerais, motivo pelo qual o preço é mais elevado.

Além da lei, o governo do Ceará lançou esta semana o ‘Antifake CE’, uma agência oficial de verificação de dados para questões relacionadas à saúde pública.

De acordo com o Ministério Saúde, no balanço divulgado nesta terça (5), o Ceará já teve 11.470 casos e 795 óbitos, sendo o terceiro estado com mais casos e mais mortes.

Compartilhar