O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (SD), foi a Brasília e se reuniu os presidentes nacionais de diversas legendas para garantir o apoio para a eleição de 2020, da qual se declara pré-candidato. O edil se concentrou nas articulações com o MDB, PTB e PSC. Entretanto, também se reuniu com a cúpula do Republicanos, atualmente na base do prefeito ACM Neto (DEM).

“Hoje tive a oportunidade de falar sobre a política municipal e nacional durante uma série de encontros políticos realizados em Brasília. Junto com os presidentes estaduais dos partidos MDB, Alex Futuca, PSC, Heber Santana, Solidariedade, Luciano Araújo e, PTB, Benito Gama, que também é vice presidente nacional do partido, fomos recebidos pelo Pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC e ex-candidato à Presidência da República”, escreveu Geraldo nas redes sociais.

“Ressaltei que a nossa união busca o melhor para a capital baiana, além do crescimento dos partidos que compõem nosso bloco. Em seguida, fomos recebidos pelo Presidente Nacional do Solidariedade, deputado federal, Paulinho da Força, que elogiou nossa união e desejou sorte ao nosso bloco”, completou.

O presidente estadual do PSC, Heber Santana, avaliou que “a formação do bloco não é contra nem a favor de ninguém, mas sim a favor da política e da cidade de Salvador e que tem certeza está união, permitirá o crescimento de todos os partidos envolvidos”, aumentando o número de vereadores. O presidente nacional do Republicanos, deputado federal Marcos Pereira (SP), também sinalizou positivamente para uma possível aliança. A sigla ainda é dúvida na base do candidato a ser apoiado pelo prefeito ACM Neto. O partido quer mais garantias e pleiteia maior protagonismo na chapa diante da grande preocupação com a eleição de cadeiras na Câmara Municipal de Salvador com a nova lei eleitoral, que pôs fim nas coligações proporcionais.

Um membro do partido, em condição de anonimato, revelou que a articulação em torno de uma aliança com o provável candidato Bruno Reis (DEM) dependerá do que ele e Neto oferecerem para ajudar na formação da bancada na Casa legislativa. “Cada vereador precisará de 30 mil votos em 2020. Será uma eleição dura”, avalia a fonte.

A briga do Republicanos por mais espaço no grupo carlista já vem acontecendo desde a eleição de 2016. Na época, a ex-deputada Tia Eron brigou para ser vice na chapa de reeleição de Neto, sem sucesso. A relação ficou ainda mais fragilizada com a perda de espaço nas últimas reformas do secretariado. Atualmente, o partido detém uma pasta de pequeno porte: a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPM), comandada pela vereadora licenciada Rogéria Santos.

CAMPANHA

A Câmara Municipal iniciou uma campanha emergencial para angariar donativos. Com a medida, idealizada pelo presidente Geraldo Júnior (SD), a sede do Poder Legislativo funcionará durante 24 horas como ponto de arrecadação. A ação visa atender desabrigados de diferentes áreas da cidade que foram atingidas por alagamentos. Os donativos poderão ser entregues na Assistência Militar, no Paço Municipal.

“A Câmara Municipal também está em alerta por causa das fortes chuvas. Determinei à administração um plantão especial de 24 horas para arrecadação de alimentos não perecíveis, água, roupas e cobertores. Vamos ajudar a quem mais precisa. Conto com a solidariedade de cada um de vocês”, convocou Geraldo Júnior em vídeo publicado nas redes sociais. Baixa de Santa Rita, Bom Juá, Calabetão, Vila Picasso, Voluntários da Pátria e Baixa do Cacau são algumas comunidades afetadas que serão beneficiadas pela iniciativa da Casa do Povo.

Compartilhar