A ‘Operação Carranca’, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), em conjunto com a 7ª Promotoria de Justiça de Porto Seguro, cumpriu 16 mandados de prisão e 19 de busca na manhã desta quinta-feira, 5. Na ação, uma facção criminosa suspeita de atuar no tráfico de drogas nos municípios de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália foi desarticulada.

Durante as investigações, que tiveram início em novembro de 2020, foram constatadas a ligação dos investigados com uma organização criminosa sediada em Eunápolis. De acordo com as informações do Ministério Público da Bahia, houve apuração de que muitas das orientações e movimentações relacionadas ao tráfico de drogas da facção eram realizadas por criminosos já detidos no Conjunto Penal de Eunápolis (CPE).

Áudios coletados de integrantes da facção e analisados durante a investigação, juntamente com outras ações de inteligência, permitiram a identificação de parte da organização criminosa que, supostamente, atua no tráfico de drogas nos municípios de Porto Seguro e Eunápolis. As investigações apontam atuação da facção no município de Porto Seguro, onde exerceria o controle do tráfico de drogas em distritos como Vera Cruz e Vale Verde, tendo também atuação nos distritos de Trancoso e Caraíva e na cidade de Santa Cruz Cabrália.

A operação contou ainda com participação da 23ª Coordenadoria Regional de Interior da Polícia Civil do Estada da Bahia (23ª Coorpin), da 7ª Companhia de Polícia Militar de Eunápolis, do 8º Batalhão de Polícia Militar de Porto Seguro, da Companhia Independente de Policiamento Especializado da Mata Atlântica (Cipe Mata Atlântica) e da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental de Porto Seguro (Cippa Porto Seguro).

Compartilhar