Close-up frozen strawberries covered by frost.

Nos dias mais quentes, tudo que a gente quer é um bom sorvetinho. Mas as opções industrializadas podem ser cheias de corantes, açúcar demais, espessantes… Que tal transformar as frutas de casa num bom sorvete? Pode até ser sem leite e você ajusta a quantidade de açúcar.

Algumas frutas são perfeitas para congelar e, depois, processar no liquidificador ou processador para transformá-las num delicioso purê gelado, especial para a sobremesa ou o lanchinho da tarde. Hoje em dia, existem até máquinas que transformam as frutas em sorbets instantâneos. Mas nada que um bom freezer e o liquidificador não resolvam. As crianças amam. E os adultos, também! Além disso, os alimentos congelados costumam preservar muito bem seus nutrientes e sabor. Lembre-se sempre de anotar a data do congelamento, para garantir que estejam sempre bons para consumo. Vamos às opções deliciosas para refrescar e nutrir:

Morango e frutas vermelhas

Os morangos estão na época e são frutas maravilhosas para congelar e transformar em sorvetes, picolés e sorbets naturais, assim como outras berries, como os mirtilos e as framboesas, menos comuns por aqui. Aproveite a safra do morango, lave-os muito bem, retire os cabinhos e congele-os. Depois, basta bater e acrescentar açúcar, mel, creme de leite ou o que gostar. Os morangos são pouquíssimo calóricos (são apenas 30 calorias em 100 gramas da fruta), mas fornecem muitos nutrientes, como cálcio (bom para ossos e dentes), magnésio (excelente para o cérebro), potássio (excelente para os que têm hipertensão) e também altos teores de vitamina C.

Ficam excelentes combinados a outras frutas mais doces, como a manga e a banana, ajudando a trazer um azedinho que equilibra os sabores. Se quiser, pode também bater a fruta com um pouco de leite e leite condensado, até obter um lindo creme rosa, e congelar em forminhas de picolé.

Manga

O Brasil é privilegiado nesse sentido: temos mangas pra dar e vender, de todos os tipos! As mangas são incríveis para consumir puras, em forma de suco, na salada e até congeladas. São ricas em fibras e carotenóides, que ajudam a proteger a pele e a visão. Eu amo mangas, sou fã!

Para congelar, o melhor são as menos fibrosas, que ficam mais “lisas” ao corte na faca. Se elas estiverem bem docinhas, é só colocar os cubinhos no freezer e bater no liquidificador para um sorvete instantâneo. E, se você for muito formiguinha, pode adicionar um fio de mel. É incrível. Com pistache tostado e picado, fica melhor ainda.

E, de bônus, você ganha as proteínas e gorduras de boa qualidade do pistache. Com amêndoas tostadas também fica maravilhoso. A manga combina bem com creme de leite, leite, iogurte e leites vegetais, se quiser um sorvetinho mais cremoso. Pode bater tudo junto e colocar nas forminhas de gelo ou de picolé, adoçando a gosto.

Banana

Outra fruta que nós, brasileiros, temos muito privilégio de ter sempre à mão é a banana. Naturalmente adocicada, depois de congelada ela adquire uma textura cremosa que fornece um creme gelado instantâneo. Fica incrível com chocolate e, se quiser um azedinho a mais, é só adicionar gotas de sucos de frutas cítricas, como limão, laranja ou mexerica.

A banana nanica, que é mais docinha, é ótima para congelar e depois bater com iogurte, um pouquinho de açúcar, se quiser, e depois servir com chocolate derretido ou nibs de cacau, o que traz ainda a teobromina desse ingrediente, que melhora o humor. Pode usar outros tipos de banana também, mas a nanica é a mais indicada, justamente por ter um teor de açúcar maior. Até os bebês em fase de introdução alimentar adoram! Nesse caso, mantenha apenas a fruta congelada batida, sem adoçar, e deixe uns minutos em temperatura ambiente para não ficar tão gelado.

Abacate

O que dizer do abacate? Essa fruta maravilhosa, rica em gorduras boas, que ajuda a deixar o cabelo macio, traz saciedade e ainda diverte o paladar? É um ingrediente que congela bem demais, especialmente se combinado a algumas gotinhas de limão, para não escurecer.

Gosto de bater o abacate com leite vegetal, principalmente o de amêndoas, mas vale bater com leite de vaca também. Fica cremoso, muito saboroso e nutritivo. É ótimo para servir de sobremesa. Adoce com mel, açúcar ou melado de cana (fonte de ferro, bom para combater a anemia) e bata tudo muito bem antes de colocar nas forminhas.

Além das gorduras boas, principalmente mono-insaturadas, como as do azeite, o abacate e o avocado (aquele pequenino, de casca escura e polpa untuosa) são ricos em vitaminas A, C, E e do complexo B, além de antioxidantes, que combatem a inflamação e ajudam a manter a saúde em dia. Vale adicionar um pouquinho de folhas frescas de hortelã ou de manjericão na hora de processar o abacate e congelar a polpa, para trazer mais frescor, fibras e sabor.

Uvas

Por fim, as uvas, uma perfeição da natureza. Existem diversos tipos de uva, desde aqueles destinados ao preparo de vinho, até as chamadas uvas “de mesa”, para comer como sobremesa, usar em pratos salgados, na salada, ou, mesmo, congelar.

As uvas sem semente, verdes ou rosadas, são perfeitas para levar ao freezer inteiras, já livres dos seus cabinhos. Congeladas dessa forma, elas se transformam em sorvetinhos imediatos, ficando cremosas por dentro, com a casca fácil de romper com os dentes. Pode bater e servir como sorbet? Pode também.

As uvas são ricas em fibras, polifenóis, vitaminas e minerais, e têm um teor de açúcar que as deixam deliciosas mesmo depois de congeladas, dispensando o açúcar. Você ainda pode usá-las, depois de congeladas, como “gelos” naturais, adicionando-as, inteiras, a chás, sucos e até mesmo drinques alcoólicos ou sem álcool.

Compartilhar