Já faz quase um mês desde a última partida que Gilberto esteve em campo. Foi contra o São Paulo, na partida de volta da Copa do Brasil, quando o tricolor venceu por 1×0 e “fez a TED” para as quartas de final, no dia 29 de maio. Desde então, o atacante sofreu com sucessivas lesões e ficou de fora das três partidas do Bahia antes da pausa para a Copa América.

Por causa desse histórico recente de contusões, o artilheiro teve menos dias de folga do que o restante do elenco. Ele ficou no Fazendão realizando tratamento até segunda-feira (17), enquanto os demais jogadores foram liberados no dia 13, no dia seguinte à derrota para o Internacional por 3×1, em Porto Alegre.

Já recuperado de uma lombalgia, nome técnico dado à dor que sentiu na região da lombar, Gilberto agradece pela pausa decorrente da competição continental, que acabou o ajudando a não perder mais jogos.

“Foi bom essa parada para eu poder recuperar da lesão e voltar apto no dia 24 com o restante do grupo. Quero retornar logo a jogar e ajudar meus companheiros em campo”, declarou ao site oficial do Bahia.

O atacante se reapresenta no Fazendão com o restante dos atletas na próxima segunda-feira (24). Serão 15 dias de treinamento antes da partida contra o Grêmio, pela mesma competição que o centroavante jogou na última vez que entrou em campo.

“Dia 10 já enfrentamos o Grêmio pela Copa do Brasil e eu quero estar em campo nesse jogo decisivo. Sabemos que será uma partida muito difícil, mas queremos fazer um bom resultado para poder decidir a classificação em nossa casa”, falou o camisa 9.

Gilberto é o artilheiro do Bahia na temporada com 16 gols. O último foi marcado contra o Fluminense, em que marcou duas vezes na vitória do Esquadrão por 3×2 pelo Campeonato Brasileiro. Nesta competição, ele já disputou seis jogos, no limite da quantidade que ainda possibilita ser utilizado por outra equipe da Série A. Nos últimos dias, o atacante foi especulado nas redes sociais como possível reforço do Flamengo, o que a princípio não procede.

Compartilhar