Está proibida a realização de eventos com cobranças de ingressos, como shows, festas públicas ou privadas, independente do número de participantes, em Feira de Santana. O decreto municipal que permitia a realização de grandes eventos foi revogado pelo prefeito Colbert Filho na última quarta-feira (18), uma semana após a prefeitura liberar eventos comerciais para público com até 500 pessoas.

O município informou que a alteração se deve ao desrespeito constatado no último final de semana, por empresários e promotores de eventos, que não cumpriram as determinações do poder público para retomada gradual das atividades econômicas e eventos em espaços privados no município.

Conforme a publicação em edição extra do Diário Oficial Eletrônico, na última quarta-feira (18), está autorizada apenas cerimônias de casamentos, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos, solenidade de formaturas e passeatas, funcionamento de parques e bibliotecas para até 300 pessoas.

Os eventos desportivos coletivos e amadores somente poderão ocorrer sem a presença de público. Já os espaços culturais, como cinemas, deverão obedecer à limitação de 50% da capacidade máxima.

Funcionamento do comércio
O decreto prevê ainda que até o próximo dia 31, os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão funcionar das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados entre 8h e 13h. Os shoppings centers deverão abrir de segunda a sábado, das 9h às 22h, e aos domingos e feriados das 14h às 20h. O Centro de Abastecimento, nesse período, funcionará de segunda-feira a sábado, das 4h às 17h.

Vale destacar que os serviços essenciais à população funcionam normalmente. Os estabelecimentos devem cumprir todos os protocolos de segurança para evitar a disseminação da Covid-19, especialmente o uso obrigatório de máscara e o distanciamento social.

Compartilhar